Conteúdo não disponível

Desculpe, este conteúdo não está disponível em seu país, mas temos muitos outros para você aqui

A trajetória de Buddy até se tornar o Cake Boss

Cake Boss
A trajetória de Buddy até se tornar o Cake Boss
Cake Boss
A trajetória de Buddy até se tornar o Cake Boss
Kelly Fuzaro
Cake Boss chega à sua 8ª temporada com bolos monumentais, mas também com muitas histórias emocionantes. Confira alguns fatos e curiosidades que marcaram a vida de Buddy Valastro ao longo de sua jornada para se tornar o melhor confeiteiro do mundo.
De onde vem o “Cake Boss”? 

O apelido de Buddy Valastro vem de longa data. Seu talento e a paixão pelo negócio da família, a Carlo’s Bakery, fez com que este especialista em bolos ganhasse o apelido de CAKE BOSS, que também é o título de seu programa. 

As muitas produções de Buddy 

Além da série de sucesso mundial “Cake Boss”, Buddy também protagoniza outras 3 séries de TV – Kitchen Boss, Batalha dos Confeiteiros e Buddy’s Bakery Rescue, e tem 4 Livros publicados – “Cake Boss, Stories and Recipes from Mia Famiglia” (Free Press, 2010), “A Confeitaria de Cake Boss – 100 Melhores Receitas e Segredos de Buddy Valastro” (Benvirá, 2013); “A Cozinha Italiana do Cake Boss – Segredos de Família” (Tapioca, 2014) e “Festas em Família com o Cake Boss” (Tapioca, 2015).

No ramo dos restaurantes 

Apesar de já ter expandido os negócios de confeitaria para muito além de Hoboken, foi em outubro de 2013 que Buddy trouxe as receitas italianas clássicas de sua família para as mesas de seu primeiro restaurante, o Buddy V’s, no Hotel Venetian Las Vegas. 

Unidos pelo glacê
 buddy-e-buddy-senior

Buddy e Bartolo Sr.

Crédito: Buddy Valastro/Arquivo

A família Valastro sempre esteve unida pelo glacê. Buddy Sênior, o Cake Boss original, seguiu os passos de seu pai e também de seu avô, ambos confeiteiros na Sicília, e comprou a Carlo’s Bakery de Carlo Guastaferro em 1963. Parte do sonho de Buddy Sênior era tornar a Carlo’s Bakery amplamente conhecida, o que com certeza foi concretizado com o Cake Boss. 

Encontrando a vocação 

Buddy e suas quatro irmãs mais velhas (Grace, Maddalena, Mary e Lisa) passaram a infância assistindo aos parentes preparando massas, decorando bolos e recheando cannolis, portanto a parte culinária nunca foi um problema para Buddy. Mas na parte artística, já é outra história. Buddy não se considerava naturalmente artístico e sempre teve dificuldades nas aulas de arte na escola. 

Doces sonhos 

Algumas técnicas secretas da Carlo’s Bakery se perderam com a morte de Buddy Sênior. Após sua morte, a confeitaria começou a ter dificuldades para preparar a massa sfogliatelle, utilizada para preparar o exclusivo “rabo de lagosta”. 

rabo-de-lagosta-cake-boss

Crédito: DNI

Mas, depois de ter um sonho em que o pai dizia: “Eu vim para mostrar como fazer os rabos de lagosta”, Buddy conseguiu preparar pela primeira vez a dificílima massa sfogliatelle. A partir desse dia Buddy soube que poderia fazer tudo, e que o pai continua ao seu lado. 

A verdadeira origem da dedicação incansável deste simpático e humilde confeiteiro está nos ensinamentos de seu pai. “Eu descobri o meu trabalho dos sonhos aos 11 anos, e ainda estou nele. Eu amo e sou bom no que faço, o que faz eu me sentir uma pessoa sortuda e abençoada”. E como alguém que já chegou tão longe continua a encontrar inspiração? É simples e ele explica: “Eu posso ver bolos em qualquer coisa. É só abrir os olhos”.

Comentários Ver mais comentários