Conteúdo não disponível

Desculpe, este conteúdo não está disponível em seu país, mas temos muitos outros para você aqui

Laboratório de Estilo – Novas participantes

Beleza
Laboratório de Estilo – Novas participantes
Beleza
Laboratório de Estilo – Novas participantes
DNI
Conheça as novas participantes do Laboratório de Estilo e saiba um pouco sobre a história de trasnformação dessas mulheres.
VALÉRIA 

Valéria tem 43 anos e é mãe, profissional e esposa. Sempre foi muito vaidosa, mas com tantos afazeres, descuidou de si mesma, até que, recentemente, fez um regime. Mesmo assim, ainda precisa de dicas para encontrar roupas adequadas ao seu corpo. Ela quer ser mais moderna e aprender a se valorizar. Para acompanhá-la, Valéria escolheu a prima Andrea, que sempre diz que ela é exagerada. Ela diz que o cabelo comprido é a sua força, mas a cabeleireira Paula Ferrary vai convencê-la a mudar. Seus lindos olhos azuis quase não são percebidos, e o trabalho do maquiador Sadi Consati será ensiná-la a realçá-los. 

CRISTIANE 

Cristiane tem 39 anos, 3 filhos e não acha tempo para se cuidar. Usa roupas que não marcam seu corpo, o cabelo está sempre preso e confessa: não sabe se maquiar. Cristiane escolheu Siméia, sua amiga de quando era solteira, que diz que ela está muito largada, muito diferente da jovem vaidosa que conheceu há 20 anos atrás. Cristiane não usa saltos altos, grande desafio para a consultora de moda Paula Martins, que também vai mostrar a ela como se vestir bem mesmo estando acima do seu peso. O cabelo sem corte vai dar trabalho para Paula Ferrary. 

DANIELA GUARATINI 

Daniela tem 29 anos e, nos últimos sete, esteve namorando. Agora está solteira, com emprego novo, mas não se encontra em nenhum estilo. Foi muito criticada, diziam que suas roupas não eram legais, e que estava acima do peso. Para acompanhá-la, escolheu sua tia Elaine, que sempre a encoraja a se arrumar mais. Daniela sempre compra batons, mas nunca usa! É um desafio e tanto para o especialista em make up Sadi Consati. Ela não sabe nem fazer uma escova no cabelo, às vezes, coloca um bob na franja, como aprendeu com uma amiga. Portanto, Daniela vai dar muito trabalho para a cabeleireira Paula Ferrary. 

PRICYLA 

Pricyla tem 34 anos e engordou cerca de 20 quilos. Isso mudou muito sua maneira de se vestir e mexeu com sua autoestima. A maquiagem que usa é básica, nada de sombras. E Pricyla diz que apesar de gostar do seu cabelo, não tem mais tingido. Resumindo, anda bem relaxada. Ela não se sente bem assim, não acha roupas de seu gosto e, quando acha, elas não servem. Ela escolheu a amiga Juliana para estar com ela no laboratório. A consultora de moda Paula Martins vai ter que fazer uma grande reforma em Pricyla, pois ela usa roupas justas demais, de quando era mais magra. 

ERICA 

Erica tem 31 anos e trabalha como repórter. Costuma se vestir sempre no estilo básico. Os colegas brincam que ela parece estar de uniforme. Uma das que mais reclama de seu visual é a colega de trabalho Márcia. Erica está sempre com a mesma cara: cabelo solto e pouca maquiagem. Mas, de uns tempos pra cá, passou a usar lentes de contato azuis. Esse “acessório”, como ela chama as lentes, vai ser o primeiro elemento que os especialistas Chris Francini, de moda, e Sadi Consati, de make up, vão abolir de sua vida. E Paula Ferrary vai cortar e tingir o seu cabelo! 


PATRÍCIA 

Patrícia tem 34 anos, é enfermeira, casada e tem duas filhas. Só usa branco, por causa do trabalho, não se arruma muito e alega falta de tempo. Ela quer mudar, colorir seu guarda-roupa e a sua vida, só não sabe como! Escolheu a cunhada, Cristina, para acompanhá-la, pois ela também quer ver Patrícia mais bonita e colorida. A consultora de moda Paula Martins vai valorizar o corpo dela, que ainda está amamentando, e acrescentar cores ao seu guarda-roupa. E, mexendo no cabelo e na make up, Paula Ferrary e Sadi Consati vão definitivamente tirar a cara de cansada que Patricia apresenta. 

JÉSSICA 

Jéssica tem 30 anos, casou-se muito cedo e se lembra de ter sido vaidosa só na infância. Ela se define como “desleixada”: está sempre de legging, camiseta e tênis, sem maquiagem e com o cabelo com escova progressiva. Ela quer voltar a trabalhar e precisa recuperar sua autoestima para se sentir melhor. O marido é muito vaidoso, por isso, quando comenta alguma coisa, ele a incomoda muito. Âmbar, sua mãe, que também a critica bastante, foi escolhida para acompanhá-la. Jéssica não usa batom, não arruma o cabelo, não usa salto! A primeira providência da stylist Paula Martins vai ser convencê-la a jogar a legging no lixo e usar salto alto! 

Laboratório de estilo: Novas participantes

Crédito: DNI

ARIELLE 

Arielle tem 28 anos e, desde a adolescência, não gosta de ser notada. A socióloga veio do interior para morar sozinha em São Paulo. Terminou um namoro longo e foi então que começou a querer mudar e a pensar nela em 1º lugar. Para acompanhá-la, escolheu a Marcela, amiga do trabalho, roqueira e bem humorada. O que Arielle quer mudar? Ela quer ter autoconfiança. Só se veste de preto e cinza, trabalho duro para a stylist Paula Martins, que terá que ensiná-la a usar roupas coloridas. Mas a cabeleireira Paula Ferrary também tem uma missão difícil: cabelos longos, sem corte e descuidados. 

DÉBORA LIMA 

Débora tem 35 anos, é casada, tem dois filhos e dois empregos. Acha tempo para cuidar de tudo, menos de si mesma. Por não saber como se vestir, quando compra uma roupa que gosta, leva logo duas ou três iguais, sempre preta, cinza ou bege. Sua irmã, Daniela, que a acompanha no laboratório, sempre lhe critica e a incentiva a se modernizar. Débora quer parecer mais jovem, pois acha que o seu estilo passa uma imagem muito séria e a envelhece. De todos os especialistas, a expert em cabelos, Paula Ferrary, é a que terá o maior desafio: convencer Débora a cortar o cabelo que ela sustenta há 20 anos. 

VIRGÍNIA 

Virgínia tem 44 anos. É solteira, mas ainda não desistiu de encontrar um companheiro, seu verdadeiro amor. Ela tem medo de pecar pelo excesso, por isso suas roupas são todas largas, em tons pastéis, sem decotes ou brilho. Nada de maquiagem, e o cabelo ela mesma tinge. Mas o que a Virgínia quer é aparecer, ser notada. Ela escolheu uma de suas irmãs, Valéria, para acompanhá-la durante a transformação. E Valéria pediu aos especialistas um favor: tirar o ar infantil da irmã e sumir com um colar que ela não desiste de usar. Missão especial para a stylist Chris Francini.

Comentários Ver mais comentários