Conteúdo não disponível

Desculpe, este conteúdo não está disponível em seu país, mas temos muitos outros para você aqui

Como ter um quarto mais natural e sustentável

Casa
Como ter um quarto mais natural e sustentável
Casa
Como ter um quarto mais natural e sustentável
Thinkstock

O dormitório é um dos espaços mais importantes do lar, onde você relaxa, descansa e cria vínculos mais estreitos com seu parceiro ou parceira.

Não é exagero dizer que a aparência desse espaço afeta diretamente a sua qualidade de vida. Uma boa maneira de ter um quarto natural e agradável é torná-lo mais sustentável. Com alguns cuidados simples, você pode reduzir a contaminação, a produção de resíduos e o consumo de energia. Veja como fazer isso nas dicas abaixo.

1. Aproveite a luz natural

Boas janelas são fundamentais para garantir que o quarto receba luz natural suficiente para que você não precise acender a luz durante o dia, além de arejar e aquecer o ambiente sem utilizar qualquer aparelho. Pela manhã, esse tipo de iluminação também pode beneficiar seu metabolismo e o controle da massa corporal.

2. Reduza o número de móveis e objetos

Além do desperdício de espaço, móveis demais podem causar aborrecimento e estresse. Para evitar a poluição visual, defina quais são os móveis de que você realmente precisa. Normalmente, basta uma cama, uma mesinha de cabeceira e uma cômoda. Dessa maneira você terá menos coisas para limpar e arrumar, diminuindo a quantidade de resíduos.

Como ter um quarto mais natural e sustentável

Crédito: Divulgação

Adote alternativas sustentáveis para os móveis considerados necessários. Se quiser incluir algum acessório, considere itens artesanais.

3. Evite aparelhos eletrônicos

O avanço da tecnologia tornou muito comum o hábito de assistir televisão ou acessar a internet antes de dormir. Diversos estudos, no entanto, sugerem que esses hábitos podem ser prejudiciais para a saúde: a luz que os aparelhos emitem pode afetar o sono, causar depressão e alterar o metabolismo. Além disso, esse hábito também pode desencorajar a comunicação entre o casal.

Portanto, a melhor alternativa é deixar os aparelhos fora do quarto. A qualidade do sono melhora e o consumo de energia cai consideravelmente, especialmente se você é uma pessoa que dorme toda noite com a TV ligada. Mudar esses hábitos também estimula atividades mais saudáveis antes de dormir, como a leitura.

4. Escolha um colchão e roupas de cama naturais

A maioria dos colchões (incluindo os destinados a bebês e crianças) é feita de poliuretano, um material que contém substâncias químicas potencialmente prejudiciais à saúde. Essas substâncias podem atravessar os lençóis e penetrar na pele, causando alergias e irritações. É possível evitar esses efeitos negativos escolhendo um colchão fabricado com materiais naturais. O mesmo vale para a roupa de cama confeccionada com tecidos sintéticos ou algodão comum (que costuma receber pesticidas). Existem no mercado várias opções de lençóis sustentáveis, elaborados com materiais orgânicos. Além de evitar problemas de saúde e contaminação, esses produtos costumam ser fabricados seguindo os padrões do comércio justo.

Como ter um quarto mais natural e sustentável

Crédito: Divulgação

5. Evite a contaminação do ar

Quando decidimos renovar o dormitório, a primeira coisa que provavelmente vem à cabeça é mudar a cor das paredes. No entanto, é preciso ter cuidado com o tipo de tinta. Esses produtos costumam conter compostos orgânicos voláteis (COV), substâncias químicas que podem provocar alergias, asma e infecções pulmonares. Leia com atenção as informações sobre a composição da tinta antes de comprá-la. Existem alternativas com pouco ou nenhum COV.

Utilize produtos de limpeza e desinfetantes naturais para evitar a presença de substâncias tóxicas. Produtos contra traças, por exemplo, podem contaminar o ar, por isso é recomendável adotar alternativas ecológicas, como sachês com ervas e essências aromáticas.

6. Faça uma faxina no guarda-roupa

As roupas acumuladas no armário podem ganhar vida nova. Faça uma faxina e guarde apenas as peças que você realmente precisa. Use a criatividade para dar uma nova finalidade para as roupas que você não usa mais, como aplicar acessórios, reaproveitar o tecido, vender, trocar com outras pessoas da família ou doar para quem precisa.

Evite acumular roupas, compre apenas aquelas que você pretende realmente usar. Criar uma lista de prioridades uma ou duas vezes por ano pode ser de grande ajuda. Além disso, algumas peças podem ser adquiridas em brechós. Essa é uma forma de consumo colaborativo que contribui para reduzir não só sua pegada ambiental como as despesas da casa.

Uma boa maneira de ter um quarto natural e agradável é torná-lo mais sustentável

Como ter um quarto mais natural e sustentável

Crédito: Thinkstock

Comentários Ver mais comentários