Conteúdo não disponível

Desculpe, este conteúdo não está disponível em seu país, mas temos muitos outros para você aqui

Tabela de crescimento

Família
Tabela de crescimento
Família
Tabela de crescimento
Wikipedia Commons

As tabelas de crescimento são usadas para monitorar regularmente o crescimento das crianças.

Elas medem a estatura, o peso e a circunferência da cabeça. Também existem tabelas específicas, como por exemplo, para crianças com Síndrome de Down.

Tabelas de percentis

Além das tabelas de crescimento, são também utilizados gráficos com informações sobre medidas, linhas e critérios de referência, bem como o cálculo potencial da estatura da criança na idade adulta. Esses gráficos são conhecidos como gráficos de percentis, e neles se pode verificar em que percentil seu filho se encontra.

Se seu bebê pesava 3,6 kg quando nasceu, então ele estava no percentil 50. Isso significa que 50% das crianças pesaram menos do que ele quando nasceram. Se ele nasceu pesando 4 kg, então ele estava no percentil 75, ou seja, 75% das crianças pesaram menos do que ele quando nasceram.

A média do percentil

Muitos pais acreditam que ter um bebê com percentil 50 é estar na média, e que isso é o melhor. Mas não é verdade. Tudo depende da altura e do peso dos pais do bebê, e do que é normal especificamente para esse bebê. Se tanto você quanto seu companheiro têm compleição física pequena, e seu bebê ao nascer fica no segundo percentil (apenas 2% dos bebês pesam menos) isso configura um quadro mais natural do que se o bebê estivesse no percentil 50.

A outra expectativa mais comum é de que o bebê continue sempre na mesma linha de crescimento. Mas um pequeno atraso ou avanço de vez em quando é perfeitamente normal. O que você e o pediatra devem de fato observar é se o bebê registra uma linha de crescimento contínua, descendente ou ascendente. Por exemplo: se o peso do seu bebê passar do percentil 25 ao 50 e, depois, ao 75, é hora de descobrir as razões dessa variação.

As tabelas de crescimento e de percentis são muito úteis, mas são apenas uma das formas de se avaliar a saúde e o bem-estar do seu filho.

Comentários Ver mais comentários